top of page

Estratégias de arquitetura sustentável para projetos de edifícios públicos

As estratégias de Arquitetura Sustentável estão sendo implementadas em projetos de edifícios públicos. Embora o custo seja sempre uma consideração importante para os planejadores de edifícios de interesse público, lembre-se de que gastar mais antecipadamente em estratégias sustentáveis ​​pode não apenas proporcionar grandes economias ao longo do tempo, mas também impactar positivamente a qualidade do ar, o bem-estar e levar a um futuro regenerativo da cidade como um todo.


Estratégias de arquitetura sustentável


A arquitetura sustentável é o uso de estratégias de design que reduzem o impacto ambiental negativo de um ambiente construído. Os arquitetos levam em consideração a paisagem do local, o gerenciamento de energia e o gerenciamento de águas pluviais ao planejar e, em seguida, usam sistemas e materiais de construção ecologicamente corretos durante a construção. Em uma reforma, devemos rever a iluminação natural e adequar ao uso do edifício como também torná-la mais eficiente, diminuindo o uso de iluminação artificial. As instalações elétricas como um todo sempre precisam ser revistas e recalculadas, pois muitos edifícios são antigos e não previam as tecnologias que utilizamos hoje, pedindo uma modernização para que tenha menos gasto com energia.

O design sustentável é uma necessidade do presente, para que as gerações do futuro possam usufruir de uma cidade mais planejada, adequada e diminuir seus impostos.

Ao projetar edifícios públicos com a sustentabilidade em mente, os arquitetos usam as cinco principais estratégias de arquitetura sustentável a seguir:


1. Design Sustentável Passivo. Estratégias passivas, como considerar a orientação do sol e o clima ao instalar e considerar a colocação e a operação das janelas, são usadas para gerenciar melhor a iluminação natural e a ventilação natural e ajudam bastante a reduzir os requisitos de energia para o edifício. Em certos climas, técnicas de massa térmica podem ser usadas para aproveitar a energia solar. Nesses casos, paredes grossas absorvem o calor do sol durante o dia e o liberam no prédio à noite.


2. Design Sustentável Ativo. Os arquitetos consultam engenheiros mecânicos e elétricos para implementar sistemas elétricos, hidráulicos, dados e outros sistemas de alta eficiência, projetados para ter pequenas pegadas ambientais.


3. Sistemas de Energias Renováveis. Os sistemas de energia renovável, incluindo aqueles que aproveitam a energia solar e eólica, também são ótimas opções para alguns edifícios. Esses sistemas são frequentemente usados ​​em conjunto com estratégias de design passivas.


4. Materiais de Construção e Acabamentos Verdes. Ao priorizar a compra de aço, madeira, concreto e materiais de acabamento, como carpetes e móveis, de empresas que usam técnicas de fabricação ambientalmente responsáveis ​​ou materiais reciclados, os arquitetos aumentam a aposta na sustentabilidade. Hoje temos uma gama enorme de materiais no Mercado, mas nem todos são o que dizem, por isso é importante saber todo histórico de procedência, energia incorporada no material e outras características, aqui nós disponibilizamos uma página com catálogo de produtos ecológicos e sustentáveis, consulte sempre que precisar.


5. Paisagismo Nativo. As escolhas de paisagismo podem ter um grande impacto no consumo de água de edifícios cívicos. Ao usar árvores, plantas e gramíneas nativas da área, os arquitetos podem reduzir bastante as necessidades de irrigação. O paisagismo também pode ser usado como parte de uma estratégia de energia passiva. Ao plantar árvores que sombreiam o telhado e as janelas durante a hora mais quente do dia, o ganho de calor solar no interior do edifício pode ser reduzido. Na nossa rede você encontra Paisagistas que podem auxiliar nessa questão.


6. Gestão de Águas Pluviais. Quando a chuva cai em um local intocado, a água que não evapora é absorvida de volta ao solo, reabastecendo o lençol freático natural. No entanto, quando uma edificação é colocada no local, juntamente com estacionamentos, calçadas, vias de acesso e outros hardscapes, as chuvas se comportam de forma diferente. A água escorre dessas superfícies para os bueiros. Ao implementar estratégias de gerenciamento de águas pluviais, como pavimento permeável que ajuda a reduzir o escoamento e lagoas de retenção que capturam o escoamento e liberam lentamente a água de volta ao solo, o impacto ambiental negativo dos edifícios pode ser reduzido. Nas estratégias de obra para tornar mais sustentável e resolver questões da edificação, conte com a equipe de engenharia e bioconstrução.


Estratégias de Arquitetura Sustentável em Projetos da Rede Arquitetura Ecológica

Na Arquitetura Ecológica, nos esforçamos para implementar estratégias sustentáveis ​​em todos os nossos projetos de edifícios públicos. Não só é a coisa responsável a fazer pelo Planeta, mas também os resultados são frequentemente usados ​​como ferramentas de ensino: os ocupantes e visitantes do edifício vêem em primeira mão como funcionam as estratégias sustentáveis.


Abaixo está um Projeto de reforma de um Ginásio Poliesportivo ao qual pudemos implantar medidas sustentáveis:






Se você é um profissional que também quer fazer parte de nossa rede Sustentável, cadastre-se aqui!


E para clientes que buscam um Projeto Consciente com um profissional qualificado, entre em contato!

Comentarios


bottom of page